Agitos Mutum - Informando Nova Mutum e Regi�o

GERAL

Servidores da Prefeitura de Nova Mutum já contam com cobertura do Plano Unimed Empresarial

Os servidores públicos da Prefeitura de Nova Mutum que aderiram ao plano Unimed Empresarial já estão com a cobertura. A parceria entre a Prefeitura e a Operador garantiu ao Servidor Mutuense carência zero para todos os procedimentos.

A coordenadora de Secretaria, Edna Bonetti explica que os servidores que apresentaram a documentação já estão recebendo os cartões. "Aqueles que providenciaram toda a documentação até o dia 15 de abril já estão recebendo os cartões, isso já garante a esses servidores o acesso aos serviços de saúde ofertados pela Unimed, sem carência", destaca.

Edna lembra que mais servidores poderão aderir ao plano, usando o beneficio da carência zero, basta efetuar a adesão até 20 de maio. "Ganhamos mais esse prazo, por isso, estamos tendo mais essa oportunidade para aqueles servidores que ainda não aderiram ao plano", afirmou.

POLITICA MT

Assembleia cancela título de cidadão mato-grossense para Lula; deputados não sabiam o que estavam votando

Diante da crescente repercussão negativa, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (PSB), anunciou a anulação da sessão que aprovou o título de cidadão mato-grossense para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A honraria foi concedida em projeto de lei do deputado Valdir Barranco (PT), aprovado por unanimidade no Plenário das Deliberações Renê Barbour.  

Botelho reconheceu que os parlamentares não tinham conhecimento do que estava sendo votado e, por isso, votaram a favor da homenagem. Ele assumiu a responsabilidade pelo equívoco. Na semana passada, o deputado Adalto de Freitas, o ‘Daltinho’ (SD), requereu à Mesa Diretora a anulação da comenda.

“É do domínio público que deputado Daltinho pediu para cancelar os títulos concedidos naquele dia, inclusive o do Lula. Naquela votação, eu cometi uma falha, e assumo. Devido à pressa em que estávamos, não li o nome de todos homenageados”, reconheceu o presidente do Poder Legislativo.

Interessante é que homenagem a Lula havia sido aprovada por unanimidade, durante  a sessão plenária do dia 12 de abril. O projeto  de Valdir Barranco (PT), apresentado em novembro passado, cita que Lula merece o título honorífico por sua história de vida de Lula e pelas ações promovidas durante o período em que foi presidente da República, inclusive diversos benefícios para Mato Grosso.

E a proposta passou por tramitação normal, sendo aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia, antes de passar pelo crivo do plenário. Somente depois que Daltinho requereu à Mesa Diretora da Assembleia a anulação da votação que aprovou a concessão da honraria é que o tema voltou à baila.

Eduardo Botelho admitiu que  os parlamentares votaram a favor da homenagem ao ex-presidente sem sequer saber para quem estavam concedendo as honrarias. “Eu fiz um resumo dos nomes e acabou sendo aprovado. Eles realmente não tinham visto o nome do Lula e, por isso, o Daltinho pediu para que refizessem. Já refizemos algumas, mas ficou a do Lula fora”, argumentou o presidente da Assembleia.

É possível conceder o título, mas deve passar por nova votação, no Plenário das Deliberações do Edifício Dante de Oliveira. Em sendo assim, Valdir Barranco teria de formular uma nova proposta. “Não vou colocar em votação mais [a mesma proposta];  depende do Barranco. Se ele decidir reapresentar o projeto, aí vamos fazer a votação. Por enquanto foi cancelado. Eu não vou colocar em pauta, a menos que ele reapresente”, sintetizou Botelho.

No entanto, não vai impedir o título. “Se o Barranco quiser colocar em votação novamente, é um direito dele. Mas aí vamos fazer uma votação mais clara, para decidir se os deputados querem ou não dar o título. Como vai ocorrer a votação, vai depender do Barranco. Eu retirei de pauta. Votamos todos os títulos do Barranco, menos o do Lula. Por enquanto, a votação está anulada”, justificou Botelho, que trata de colocar fim à polêmica.

Apesar do cancelamento da concessão, Botelho afirmou que não existem  nenhum fato que o proíba Lula de receber a honraria do Legislativo de Mato Grosso. “Lula foi um presidente que terminou a gestão dele com quase 80% de aprovação e tem os seus méritos para Mato Grosso”, emendou Botelho. 

ECONOMIA

Conta de luz de maio terá bandeira tarifária vermelha

As contas de luz de maio terão bandeira tarifária vermelha patamar 1, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Este é o segundo mês em que a bandeira vermelha é ativada neste ano.

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Recentemente, o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as contas de luz deverão continuar com a bandeira vermelha patamar 1 até o fim do período seco, que vai até novembro.

Como funcionam as bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

POLÍCIA

PM recupera veículo e produtos eletrônicos que havia sido roubados em Residência

GERAL

Movimento na BR-163 deve aumentar 10% durante feriado de Dia dos Trabalhadores

GERAL

Nova Mutum:PM localiza Moto Roubada em Matagal

ÚLTIMAS COBERTURAS ver mais>>>

INAUG.PISTA DE BICICROSS

INAUG.PISTA DE BICICROSS

NEON BEATS

NEON BEATS

FEIRÃO QUEIMA DE ESTOQUE

FEIRÃO QUEIMA DE ESTOQUE

GERAL

Assembleia aprova criação de novas varas no judiciário em Nova Mutum, Sorriso e mais três cidades

A Assembleia Legislativa aprovou, em segunda votação, o projeto de Lei enviado pelo Tribunal de Justiça que prevê a criação de varas criminais nas comarcas de Juara, Nova Mutum, Sorriso, Porto Alegre do Norte e Tangará da Serra. A matéria atende a demanda de servidores do Poder Judiciário e de advogados para ampliação das varas nos municípios contemplados. Com isso, os processos são redistribuídos e a tramitação deverá ganhar agilidade.

A iniciativa do Tribunal de Justiça, por meio do presidente desembargador Rui Ramos, foi elogiada pelos parlamentares presentes na sessão. O deputado Zé Domingos Fraga (PSD) destacou que acompanhou o desembargador em visita a parte dos municípios que receberão as novas varas.

“De forma ousada, mas responsável, o Rui Ramos está levando aproximando a Justiça do cidadão mato-grossense. Em Barra do Bugres, onde as obras do Fórum estavam paradas há quatro anos, o desembargador já deu início a retomada dos trabalhos”, destacou o deputado José Domingos Fraga.

O deputado Wagner Ramos (PSD) também fez uso da tribuna para falar da agilidade para execução do projeto de expansão e destacou a importância para os municípios e pessoas que recebem as novas varas. “Quero agradecer o presidente Rui Ramos, que se comprometeu e cumpriu o prometido”.

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, deputado Pedro Satélite (PSD), afirmou que a comissão fez questão de apreciar a matéria e que aguarda a ampliação das varas nas comarcas de Guarantã do Norte e Alta Floresta. Para o deputado Sebastião Rezende (PSC), o cidadão espera por ações como essa, que garantam a execução da Justiça.

GERAL

Prefeitura de Nova Mutum inauguração Sine e Procon na próxima quarta-feira

GERAL

Polícia desarticula maiores distribuidores de maconha em MT

ECONOMIA

Empresas e indústrias em Nova Mutum encerram mês demitindo mais funcionários

GERAL

Trabalhadores dos Correios paralisam atividades por tempo indeterminado

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.




.

Agitos Mutum - www.agitosmutum.com.br

Telefones (65) 996 968 266

Email: redacao@agitosmutum.com.br
leandrocampos@agitosmutum.com.br

© Agitos Mutum - Todos os direitos reservados