642255
Agitos Mutum - Informando Nova Mutum e Regio

GERAL

Caminhoneiros liberam por algumas horas ponto bloqueado em Mato Grosso

A Polícia Rodoviária Federal informou, agora há pouco, que os caminhoneiros decidiram liberar momentaneamente o tráfego para veículos com cargas (caminhões e carretas) nos dois pontos bloqueados na BR-364 em Rondonópolis. No entanto, a assessoria de imprensa aponta que esta liberação deve ocorrer apenas até às 12h. Após este horário, os manifestantes prometem fechar o trânsito para este tipo de veículo novamente. Desta forma, na BR-364, ainda há bloqueios em Diamantino e Alto Garças. Na BR-163, não houve qualquer tipo de liberação e os caminhoneiros se concentram em Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Guarantã do Norte. Ontem, também foi bloqueada a MT-358, em Tangará da Serra. Os motoristas de caminhões e carretas realizaram reuniões, em Sinop. Porém, até o momento, não há bloqueio no município e nem previsão se os mesmos irão aderir ao movimento. Por enquanto, o tráfego na rodovia federal em Sinop segue normal. 

Ontem, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou a resolução instituindo o procedimento para elaboração da tabela referencial dos custos, cobrado pela categoria. A norma define que os estudos deverão ser submetidos à audiência pública, com parâmetros de referência em vigência de 12 meses, revistos anualmente. Porém, o órgão poderá rever os valores a qualquer momento.

Apesar da oficialização, um dos representantes do movimento do setor em Mato Grosso, Júnior Boscoli, reforçou que os bloqueios em rodovias continuam até o governo oficializar uma tabela para entrar em vigor em todo o Brasil. “Se o governo nos chamar para discutir, vamos conversar. Mas os bloqueios seguem até uma tabela ser definida, assinada e publicada. Não vamos mais acreditar em conversinha, porque foi o que houve até aqui. A tabela precisa ser aprovada pelo movimento no Brasil inteiro, não só por um Estado, como aqui, por exemplo”, disse ao Só Notícias.

Os bloqueios nas rodovias de Mato Grosso e alguns estados brasileiros foram retomados, na quinta-feira (22), após uma reunião entre caminhoneiros e ANTT terminar sem acordo sobre a instituição da tabela de frete. O preço mínimo do frete considera os gastos com o caminhão no transporte como pneus, taxas e combustível. Um dos exemplos apresentados é de um trecho de 600 quilômetros, que corresponde aproximadamente o trajeto de Lucas do Rio Verde a Rondonópolis, em que o preço da tonelada seria de R$ 103,83. Hoje, conforme a representatividade do setor no Estado, o valor é de R$ 90, na safra.

Na primeira manifestação dos caminhoneiros, em fevereiro, houve desabastecimento de combustíveis, gás de cozinha e outros produtos em várias cidades do Nortão. Situação que deve voltar a ocorrer novamente com estes novos bloqueios.

ESPORTES

Com lesão no joelho, Valdivia está fora da final do Paulistão neste domingo

O Palmeiras terá um desfalque inesperado na final do Paulistão, contra o Santos, neste domingo, em sua arena: o meia Valdivia.

O jogador tem uma lesão no joelho esquerdo, não treinou durante a semana e não terá condições de entrar em campo na decisão.

Valdivia sentiu o problema no jogo contra o Corinthians, no último domingo, mas não conseguirá se recuperar a tempo de jogar. 

A presença dele na outra partida da final, no próximo domingo, dependerá da evolução durante a semana.

Sem Valdivia, Cleiton Xavier deve ganhar a posição no meio de campo. 

O técnico Oswaldo de Oliveira fez mistério nesta sexta e não deu nenhuma pista do time que mandará a campo.

CIDADES

Homem é espancado após raptar criança de cinco anos na capital de Mato Grosso

Um home de 44 anos , foi espancado por populares e detido pela Polícia Militar na noite desta quarta-feira após tentar raptar uma criança de 5 anos no bairro Pedra 90, emCuiabá. De acordo com policiais militares, o suspeito tentou arrastar a criança para dentro de um matagal e acabou sendo agredido por passageiros de um ônibus coletivo.

 

No boletim de ocorrência registrado na central de flagrantes, foi relatado que o homem estava dentro do ônibus, assim como a criança, acompanhada da mãe e da irmã de 4 anos. Ao descer em um dos pontos do bairro, a mulher junto com as filhas foram seguidas pelo homem que agarrou a criança pelo pescoço e tentou arrastá-la para um matagal assim que desceram.
 
 
Assustada, a mãe gritou muito, chamando a atenção dos passageiros do ônibus. Alguns desceram do coletivo e correram atrás do homem, que foi detido e espancado. 
 
 
A Polícia Militar foi acionada e conseguiu prender o acusado. Ele foi levado para a policlínica do bairro, onde foi atendido e depois encaminhado para o plantão metropolitano da capital.
 
 
Em depoimento ao delegado plantonista, o suspeito disse ter tentado pegar a menina para se proteger de traficantes do bairro. Atuado pelo crime de sequestro qualificado, o homem acabou sendo transferido para o Centro de Ressocialização de Cuiabá, por não ter dinheiro para pagar a fiança.
 
 
A Polícia Civil também checou passagens por homicídio e tráfico de entorpecentes em seu nome. 

POLÍCIA

Nova Mutum: bandido leva dinheiro de mercado mas desiste de roubar celular de vítima

GERAL

Governo sinaliza para tabela de frete mas bloqueios continuam em MT

POLÍTICA

Vereadores propõem criação do auxílio alimentação para servidores públicos e investimentos na Escola Ranchão

Últimos Vídeos

GERAL

Nova Mutum: secretaria alerta população que casos de dengue aumentaram

Os inúmeros registros de notificações e casos confirmados de dengue continuam preocupando os profissionais da saúde que mantém todo o trabalhos de combate ao mosquito transmissor. São 61 notificações de janeiro até a agora e houve 29 confirmações, 5 casos descartados e 27 sob investigação. Ano passado, no mesmo período, havia 39 notificações e 11 casos confirmados, comparou a gerente da Vigilância em Saúde, da secretaria municipal, Luciana Mayer. Ela também afirmou que uma morto, no início de março que estava sob investigação em uma unidade de saúde da capital, foi descartado como consequência da dengue. ‘“Estamos recebendo nesses últimos dias muitos pacientes com sintomas da dengue, e na medida em que eles procuram as unidades, já os encaminhamos para submeterem ao exame”, disse Luciana. Uma ação de mutirão já está sendo realizada no município com a parceria da Vigilância Ambiental, onde o trabalho visa combater todos os criadouros do mosquito transmissor e esse trabalho vai se intensificando na medida em que os casos vão surgindo. 

Agitos Mutum - www.agitosmutum.com.br

Telefones (65) 8449-0982

Email: redacao@agitosmutum.com.br

© Agitos Mutum - Todos os direitos reservados