Agitos Mutum - Informando Nova Mutum e Regi�o

ECONOMIA

País fecha quase 40 mil vagas formais em agosto, mas desemprego desacelera

Em agosto, 33.953 vagas formais foram fechadas no país, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados hoje (23) pelo Ministério do Trabalho. Trata-se do 17° resultado negativo consecutivo. No entanto, a queda no emprego desacelerou na comparação com agosto de 2015, quando foram fechados 86.543 postos formais, 64,5% a mais do que no mês passado.

No acumulado do ano, o Caged contabiliza 651.288 vagas fechadas. O resultado é o pior para o período desde o início da série histórica, em 2002.

Os setores que tiveram as maiores perdas de vagas formais foram construção civil (-22.113 postos), agricultura (-15.436) e serviços (-3.014 postos).

Indústria da transformação

Segundo a pesquisa, três setores da atividade econômica tiveram saldo positivo de geração de postos de trabalho em agosto. São eles a indústria da transformação, com criação de 6.294 vagas; o comércio, com 888 novos postos, e o setor de extração mineral, com 366 vagas.

As perdas mais significativas de vagas foram registradas no Rio de Janeiro (-28.321 vagas), em Minas Gerais (-13.121) e no Espírito Santo (-4.862).

Por outro lado, o emprego formal teve resultado positivo em 13 estados brasileiros, entre eles Pernambuco (9.035 novas vagas), Paraíba (5.905), Alagoas (4.099) e Santa Catarina (3.014).

CIDADES

Trio é condenado a 432 anos de prisão por sequestrar e matar família

A Justiça condenou Jânio de Souza Meirelles e José Carlos Luz Lopes a 146 anos de prisão, cada um, e Júlio de Souza a 140 anos pelo sequestro e morte de uma família na cidade de Juina (distante  754 km de Cuiabá). A decisão é do juiz Vagner Dupim Dias. Os crimes ocorreram em dezembro de 2015. Juntas as condenações somam 432 anos de reclusão.

 

Conforme informações da assessoria do Ministério Público Estadual (MPE), a denúncia dos crimes foi feita pela Promotoria de Justiça Criminal de Juína. Os condenados cumprirão pena pelos crimes de extorsão, estupro e morte. 

"Os fatos ocorridos na antevéspera do Natal de 2015 chocou e comoveu toda a sociedade de Juína, que desde então clamava por justiça, tamanha crueldade e brutalidade com uma família da região. Diante desse contexto, o Estado, através da Polícia Civil, o Ministério Público e Poder Judiciário, agiram com firmeza e celeridade na captura e punição desses criminosos, responsabilizando-os na medida exata pelos torpes delitos perpetrados", cita a assessoria do MPE. 

 

Segundo o MPE, os criminosos invadiram uma propriedade rural, sequestraram e mataram mãe e dois filhos. De acordo com a denúncia, os assassinos tinham informação que o irmão da vítima L.S.B havia vendido uma fazenda na região e que estaria com muito dinheiro. Os acusados sequestraram a família com o objetivo de obter vantagem com o resgate.

 

Conforme apurado durante as investigações, um dos assassinos, José Carlos, aproveitou o laço de amizade e intimidade que possuía com as vítimas para dissimular suas ações delituosas, planejando detalhadamente os crimes. Segundo a acusação, ele fingiu ser rendido pelos comparsas e ser por eles obrigado a ser um intermediário nas negociações do resgate.

 

Ao perceber  que não receberia a quantia de R$ 900 mil exigida para resgate, o grupo criminoso, além de estuprar G.S.B, matou as vítimas. Os corpos das três vítimas (mãe e dois filhos) foram encontrados pela polícia a 8 km da fazenda da família. O local seria em uma  propriedade rural que pertence a um dos condenados.

 

De acordo com o MPE, o crime só foi descoberto porque o pai das vítimas e marido de L.S.B conseguiu render o assaltante que o estava vigiando e ir até a rodovia onde conseguiu ajuda de uma pessoa que o levou até a polícia. (Com assessoria)

CIDADES

Sorriso: bebê morre afogado em balde com água

Um bebê de 11 meses morreu afogado em um balde com água, enquanto a mãe limpava a casa, na cidade de Sorriso (395 km de Cuiabá), na quinta-feira (22). A criança chegou a ser encaminha com vida ao Hospital Regional, mas não resistiu e faleceu pouco depois de ser atendida.  Familiares informaram que, além de limpar a casa a mulher estava limpando a casa e lavando roupas no momento do acidente.

A tia do menino, contou que a tragédia aconteceu no momento em que a mulher saiu para buscar algumas peças de roupa. “Ela tem outros quatro filhos e estava lavando a roupa da família. O acidente ocorreu no momento em que ela saiu para buscar algumas peças e, quando voltou, o filho estava de cabeça para baixo dentro do balde  que ela usava para limpar a casa.”

Ela também conta que o bebê foi socorrido pela avó, que o levou ao hospital “Conseguiram fazer uma massagem e ele chegou a vomitar parte da água que ele ingeriu, mas ele já estava desmaiado e pouco tempo depois de dar entrada no hospital acabou falecendo”. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia e será sepultado na tarde desta sexta-feira (23).

Na semana passada, uma menina de um ano e seis meses morreu depois de se afogar em uma bacia em sua residência em um assentamento na região de Jangada, a 80 km de Cuiabá. A avó da criança percebeu que ela havia caído na bacia e a socorreu. A criança foi levada por um vizinho para o Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG), mas não resistiu.

ESPORTES

Palmeiras cumpre lição de casa, assegura a ponta e pressiona o Fla

GERAL

Ensino médio: estudantes querem melhor formação de professores e diálogo

GERAL

Sindicato dos Bancários derruba liminar dos 30%

ÚLTIMAS COBERTURAS ver mais>>>

Show com Antony ¨& Gabriel

Show com Antony ¨& Gabriel

Coleção Verão 2016 #LojasAvenida#

Coleção Verão 2016 #LojasAvenida#

EletroPopRockSertanejo

EletroPopRockSertanejo

CIDADES

Polícia identifica quatro mortos em queda de aeronave; veja nomes

As quatro vítimas fatais da queda de uma aeronave bimotor, na noite de quinta-feira (23), próximo a Campinápolis (601 km de Cuiabá), foram identificadas. Segundo as informações, a maioria dos ocupantes possuía passagens criminais. Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), se deslocou de Brasília para a cena do acidente para iniciar os trabalhos. Segundo informações, o avião havia desaparecido durante viagem de Goiânia (GO) com destino a cidade de Sorriso (400 km de Cuiabá).


Conforme as informações da Polícia Civil do município, as vitimas foram identificadas como: André Ferreira de Freitas, Dik Fran Frick De Bona, Douglas Vinicius dos Santos Rieiros e Victor Alves pinto. Todos seriam brasileiros. A maioria tem passagens criminais. Dik Fran Frick responde a pelo menos um processo por receptação.
 
De acordo com o Cenipa, não há informações sobre o que possa ter causado a queda do avião, uma vez que a coleta de dados no local só deverá ser iniciada amanhã (24). Em consulta ao site da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) consta que a aeronave prefixo PR-DTA tinha situação normal de aeronavegabilidade e estava apta a voar. O Beech Aircraft, modelo E55, tem capacidade para cinco passageiros. O atual dono comprou a aeronave no último dia 08 deste mês.
 
Segundo a Polícia Militar, foram localizadas munições de calibre 380 e aproximadamente R$ 15 mil. Segundo informações, o avião havia desaparecido durante viagem de Goiânia  (GO) com destino a cidade de Sorriso (400 km de Cuiabá). Moradores da região alertaram as autoridades, que realizou buscas na região de serras conhecida como Córrego do Meio, na estrada que liga com o PA Santa Célia e o Córrego Seco, há cerca de 20km da cidade. O acidente aconteceu por volta das 19hs 30min.
 
Por ser uma região de difícil acesso, as forças policiais e os voluntários só localizaram o local da queda do avião, por volta das 3hs da madrugada desta sexta-feira (23). O primeiro corpo só foi encontrado por volta das 4hs. Os destroços estão espalhados por uma região de cerca de 200 metros.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) na cidade de Barra do Garças, onde irão passar por exames de necropsia antes de serem liberados para os procedimentos fúnebres.

ECONOMIA

Emprego na construção civil tem 22ª queda; demissões somam 468 mil em um ano

GERAL

A partir de segunda-feira (26) o Detran passa das 12h às 18h

GERAL

Incidência de casos de dengue e zika continua alta

GERAL

Mais 720 novos soldados passam integrar a Polícia Militar




.

Agitos Mutum - www.agitosmutum.com.br

Telefones (65) 996 968 266

Email: redacao@agitosmutum.com.br
leandrocampos@agitosmutum.com.br

© Agitos Mutum - Todos os direitos reservados