Nova Mutum

day_122.png
24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

24 de Julho de 2024

Cidades Sábado, 06 de Julho de 2024, 10:27 - A | A

06 de Julho de 2024, 10h:27 - A | A

Cidades / ASSASSINADO EM CUIABÁ

OAB lamenta morte de Nery e decreta luto oficial de 3 dias

Gazeta Digital



Ordem dos Advogados seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentou, por meio de nota, a morte do advogado Renato Gomes Nery aos 72 anos. O órgão decretou luto de 3 dias e relembrou a homenagem que o ex-presidente recebeu no ano passado, quando a instituição completou 90 anos de fundação.

“O advogado Renato Nery foi presidente da Seccional Mato Grosso na gestão 1989 - 1991. Recebeu homenagem no ano passado, quando a OAB-MT completou 90 anos de fundação”, diz trecho da nota.

Também lembraram uma entrevista que ele deu, falando sobre a carreira na advocacia e as perspectivas de mudança com a candidatura à presidência da ordem, ainda na década de 1980.

“Nós que éramos novos, que estávamos iniciando na carreira, tínhamos que lançar uma chapa. O Conselho Pleno era formado por novatos. Ninguém nunca tinha sido nada na Ordem. Todos tinham a perspectiva de mudanças”, destacou.

Nery realizava atendimentos em um escritório localizado na avenida Fernando Corrêa, na Capital, onde foi alvo dos tiros na manhã desta sexta-feira (5). Ele também era aritculista e divulgava artigos de opinião nos principais veículos de comunicação do Estado.

Após deixar a presidência, continuou atuando como conselheiro federal e acompanhou junto ao Conselho Federal da OAB as discussões acerca da criação do Conselho Nacional de Justiça.

Diante da perda, a OAB-MT decretou luto por 3 dias, expressando profundo pesar. À família e aos amigos enlutados, muita força para superar esta ocorrência.

Tiros na avenida

Passava das 9h quando a polícia foi acionada, a denúncia era de que um advogado foi baleado na avenida Fernando Corrêa da Costa, uma das mais movimentadas de Cuiabá.  

Câmeras de segurança ajudaram a entender a dinâmica do crime. Renato Nery chegou na porta do escritório, que fica na esquina entre a avenida e uma rua que liga ao bairro Pico do Amor.  

Ele desceu e estava indo em direção da escada, quando foi alvejado pelos disparos e caiu na calçada. Não há informações de quantos disparos atingiram a vítima, mas sabe-se que um dos tiros foi na cabeça.  

Depois do crime, o suspeito fugiu. Em entrevista à imprensa, o coronel PM Edylson Figueiredo afirmou que se trata de um crime planejado. “Tem certamente fatos relevantes que motivaram a ação. As forças de Segurança estão empenhadas em buscar os criminosos”, disse.

 

 

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853