Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

Cidades Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2022, 13:37 - A | A

14 de Dezembro de 2022, 13h:37 - A | A

Cidades / PISTA MOLHADA

Sorriso: Condenado por enforcar enteada morre após bater moto em poste

Marcos Dornas e a esposa tentaram camuflar o crime como uma tentativa de suicídio

Liz Brunetto / Mídia News



Condenado em 2020 por tentar matar a enteada enforcada com um fio de ventilador, Marcos Medina Dornas, de 28 anos, morreu na tarde de terça-feira (13), após ficar dois dias internado em decorrência de um acidente de trânsito em Sorriso (a 418 quilômetros de Cuiabá).

Ele conduzia o veículo nas proximidades do Bairro São Francisco, na final da tarde de domingo (11), quando se chocou contra um poste de energia elétrica.

Não há detalhes oficiais sobre as circunstâncias que envolveram o acidente, mas a pista estava molhada após uma garoa fina que caiu na cidade.

Marcos foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros ainda com vida e encaminhado para o Hospital Regional de Sorriso.

O veiculo ficou inteiramente retorcido com o impacto da batida.

Marcos estava em liberdade após cumprir parte da pena a qual foi submetido.

Condenados

Marcos e a esposa, Meire Maria Pereira Santos Melo, foram condenados por tentar matar uma criança de apenas 12 anos. A menina havia sido adotada por Meire. Os dois tentaram camuflar a violência com uma tentativa de suicídio.

De acordo com o Mistério Público, havia “provas robustas” de que o casal tentou praticar o homicídio, e que “somente não consumando o intento por circunstâncias alheias às suas vontades”, diz trecho da decisão.

A dupla tentou anular o julgamento, mas conseguiu apenas a redução das penas. A de Marcos passou de 13 para 12 anos de reclusão, e a de Meire foi de 14 anos e dois meses para 12 anos e oito meses.

 

O crime

O caso aconteceu em agosto de 2017, em uma residência do Bairro Bela Vista, em Sorriso.

A menina, identificada pelas iniciais A.M.S.F., foi enforcada com o fio de um ventilador.

Conforme a denúncia enviada ao Ministério Público, a mulher havia ordenado à criança que ela realizasse as atividades domésticas da casa, sob ameaça de punições severas.

Depois de terminar as tarefas, a menina começou a procurar um filme para assistir. Isso foi motivo suficiente para o início da briga.

Com um cabo de ventilador, Marcos enforcou a enteada na frente de Meire. Conforme consta nos autos, a mulher “permaneceu inerte, cantando hinos evangélicos, até o momento em que A.M.S.F desfaleceu, completamente sem ar”.

Meire deu banho na filha e a colocou na cama e, enquanto isso, Marcos procurava um pastor com a desculpa de que a menina estaria possuída.

O religioso, no entanto, notou a lesão no pescoço e acionou o Corpo de Bombeiros que socorreu a menor.

O casal, então, alterou a cena do crime para simular uma tentativa de suicídio frustrada por parte da criança.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO EM NOTÍCIAS, VAGAS DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA E MUITO MAIS!  CLIQUE AQUI

APROVEITE E CURTA A NOSSA PAGINA NO  FACEBOOK , SIGA NOSSO INSTAGRAM, SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853