Nova Mutum

day_122.png
21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

21 de Julho de 2024

Cidades Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 13:22 - A | A

19 de Junho de 2024, 13h:22 - A | A

Cidades / CIDADE DO CRIME

Sorriso é a 7ª mais violenta do Brasil com taxa de homicídios de 70,5 por 100 mil habitantes

Dados constam do último Atlas da Violência, divulgado nesta terça-feira; Tangará (89ª) é a segunda cidade mais violenta de MT e Cuiabá aparece abaixo da taxa nacional e na posição 211ª do ranking

Jolismar Bruno - Hiper Notícias



A cidade de Sorriso (398 km de Cuiabá) continua ocupando posição no ranking das 10 cidades mais violêntas do país, conforme apontou o estudo 'Altas da Violência - Retrato dos Municípios Brasileiros 2024', do Instituto do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgados nesta terça-feira (18). A taxa de homicídios na cidade do norte mato-grossense é de 70,5 por 100 mil habitantes, enquanto a nacional é de 21,7 por 100 mil habitantes, garantindo a ela o sétimo lugar no ranking. Cuiabá ocupa a 211ª posição do ranking nacional. Os números são referentes ao ano de 2022.

Em 2022, Mato Grosso inverteu a tendência de queda de anos consecutivos da taxa de homicídios estimados e teve um aumento de 18% em relação ao ano de 2021. Segundo o Atlas, este é o maior aumento entre as Unidades da Federação. 

Conforme os dados, em 2022, foram registrados 77 homicídios em Sorriso. A população considerada pelo estudo na cidade é de 110.635. Em 2021, Sorriso também esteve entre as cidades mais violentas do país.

A cidade registra crimes com requintes de crueldade, como é o caso da morte e decapitação do adolescente Giovanni Stephano Viotto de Oliveira, de 16 anos, em abril deste ano. Nesse caso, os executores filmaram e transmitiram a morte para criminosos de uma penitenciária. O corpo da vítima foi jogado em um rio da cidade, sendo encontrado um mês depois do crime.

Sorriso fica atrás apenas das cidades de Santo Antônio de Jesus (BA), com 94,1/100 mil habitantes; Jequié (BA), com 91,9/100 mil; Simões Filho (BA), com 81,2/100 mil; Camaçari (BA), com 76,6/100 mil; Juazeiro (BA), com 72,3/100 mil, e Altamira (PA), com 71,3/100 mil. 

CÂMERAS NAS FARDAS

Em Sorriso, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está em período de teste quanto ao uso de câmeras nas fardas. O tema foi tratado em entrevista do HNT TV, com o superintendente da PRF-MT, Arthur Nogueira. Ele explicou que a cidade está entre as cinco escolhidas no país para implantação da medida em razão da variedade de crimes que ocorrem por lá.

Na ocasião, Arthur Nogueira também destacou que a implementação do sistema de câmeras nas fardas dos policiais visa dar transparência nas ações de abordagens, tanto para o cidadão como para o policial.

"As câmeras vêm para somar e fechar esse ciclo de dar transparência da administração pública nas abordagens da instituição e a segurança para o policial. Injustamente, muitos policiais já foram vítimas de acusações por meio de ouvidoria. Esse tipo de atitude do cidadão para se livrar de algum tipo de infração vai acabar. O policial chegará para fazer a abordagem, a câmera estará aqui direcionada em funcionamento [na farda]", explicou Nogueira. Veja a entrevista completa no fim da matéria. 

A reportagem do HiperNotícias também fez o contato com a Prefeitura de Sorriso para saber o que a gestão tem feito a cerca do cenário de violência na cidade. Mas, até a publicação, não obteve retorno. O espaço segue aberto.

OUTRAS CIDADES DE MT

Tangará da Serra (217 km de Cuiabá) aparece na 89ª posição do ranking nacional, sendo a segunda cidade de Mato Grosso mais violenta depois de Sorriso, com a taxa de homicídios de 34,8/100 mil.

Em seguida, aparece Rondonópolis (212 km de Cuiabá) na posição 107ª, com a taxa de homicídios de 31,0/100 mil. 

Já a Capital tem a taxa de homicídios de 15,2/100 mil, ficando na 211ª posição e abaixo da brasileira de homicídios. 

VEJA VÍDEO

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853