Nova Mutum

day_122.png
21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

21 de Julho de 2024

GERAL Segunda-feira, 08 de Julho de 2024, 07:54 - A | A

08 de Julho de 2024, 07h:54 - A | A

GERAL / VOLTA ÁS AULAS

Após fim da greve dos professores, aulas da UFMT são retomadas nesta segunda-feira (8)

A previsão é que o novo calendário acadêmico seja repassado para análise e decisão do Consepe, no final de julho.

G1/MT



Estudantes da Universidade de Mato Grosso (UFMT) voltam às aulas nesta segunda-feira (8). Depois de 41 dias de greve, os professores decidiram no dia 1º de junho pelo fim da paralisação da categoria e pelo retorno aos campi.

Segundo o pró-reitor de ensino e graduação da UFMT, Adelmo Carvalho da Silva, será dada continuidade ao primeiro semestre, que deve cumprir 100 dias letivos. O calendário acadêmico será reorganizado e propostas de datas estão sendo elaboradas junto a professores, alunos e coordenadores.

A previsão é que o novo calendário seja repassado para análise e decisão do Conselho Superior de Ensino (Consepe), no final de julho.

De acordo com o comunicado de 3 de julho da Associação dos Docentes da UFMT (Adufmat), os professores da instituição definiram, ao final da assembleia geral, o calendário que mantém as férias de 15 dias em setembro para este ano e que prevê férias em janeiro e julho para 2025.

Ainda não está definido como será feita a reposição dos 41 dias de greve.

 

Greve de professores e funcionários

No dia 8 de abril, os funcionários técnico-administrativos de 14 campi do IFMT entraram em greve por tempo indeterminado. Há 10 dias, os professores da UFMT se juntaram aos servidores do instituto e divulgaram a suspensão das atividades dentro da universidade, também sem previsão de término. Já os docentes da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR) anunciaram a aprovação da greve, com início a partir de 3 de junho.

A categoria reivindicou:

Reestruturação de carreira

Recomposição salarial e orçamentária

Revogação de normas aprovadas nos governos Temer e Bolsonaro

????Dentre os pontos principais da proposta do Governo Federal estão:

Reajustes salariais

Reconhecimento de Saberes e Competências (RSC)

Piso de referência

Incentivo à Qualificação

Plano de capacitação

Racionalização de cargos

Reposicionamento de aposentados

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853