Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

GERAL Domingo, 06 de Novembro de 2022, 18:51 - A | A

06 de Novembro de 2022, 18h:51 - A | A

GERAL / MANIFESTAÇÕES

Caminhoneiros parados em Cuiabá planejam migrar para Brasília se não houver golpe até 2ª

A estrutura montada na Avenida do CPA, contudo, ainda suporta vários dias de manifestação. No local há uma grande quantidade de suprimentos como comida, bebidas, tendas, cozinha e banheiros

Raynna Nicolas/Hiper Noticias



Os manifestantes que ocupam a Avenida Historiadoe Rubens de Mendonça com carretas devem seguir rumo a Brasília nesta segunda-feira (7). A reportagem do HNT esteve no local e conversou com os manifestantes que explicaram que se as pautas antidemocráticas não forem acolhidas, eles deixarão as imediações da 13ª Brigada do Exército em Cuiabá rumo à capital federal.

"Amanhã é que vai ser decidido. Se até amanhã não resolver nada, nós vamos para Brasília", comentou um caminhoneiro que preferiu não se identificar.

A estrutura montada na Avenida do CPA, contudo, ainda suporta vários dias de manifestação. No local há uma grande quantidade de suprimentos como comida, bebidas, tendas, cozinha e banheiros.

CLIQUE AQUI E SE INSCREVA EM NOSSO CANAL DO YOUTUBE

Segundo o Secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, ainda não é possível dizer com certeza o futuro das manifestações na região. Segundo ele, não existem lideranças que estejam repassando reivindicações ou coordenadas para a segurança pública.

A Reportagem, os caminhoneiros disseram que o movimento de ir até Brasília é restrito ao comboio de carretas que vieram do interior do Estado, mas que adesões de outros civis serão bem-vindas.

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO NOSSO GRUPO PARA RECEBER VAGAS DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA, NOTÍCIAS E MUITO MAIS!

Na pauta, os manifestantes pedem que o Exército Brasileiro intervenha contra o resultado das eleições presidenciais que consagraram Lula (PT) presidente da República pela terceira vez. A pauta, alem de inconstitucional, é antidemocrática.

Comente esta notícia

Lili 07/11/2022

Acho que o redator da matéria, está equivocado. Ao invés de "golpe", o que se está reinvindicando, é a intervenção das forças armadas. Comprovadamente houve fraude nessas eleições, e as forças armadas, precisa estabelecer a verdade, as provas estão aí. Agora o que esperamos é que os responsáveis sejam julgados. Estamos também cobrando que nossos direitos constitucionais sejam respeitados, e aqueles que deveriam zelar por esses direitos e não o fazem, devem ser destituídos de seus cargos, pois estão prevaricando.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1
cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853