Nova Mutum

day_122.png
24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

24 de Julho de 2024

GERAL Terça-feira, 25 de Junho de 2024, 19:18 - A | A

25 de Junho de 2024, 19h:18 - A | A

GERAL / 38 MILITARES EM CAMPO

Corpo de Bombeiros reforça equipe de combate a incêndio em Cáceres; fogo em Poconé segue confinado nesta terça-feira (25)

Os bombeiros orientam que a população denuncie a qualquer indício de incêndio pelos números 193 ou 190

Secom-MT



O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) reforçou, nesta terça-feira (25.06), as equipes de combate aos incêndios florestais que atingem o Pantanal em áreas dos municípios de Poconé (104 km de Cuiabá) e Cáceres (a 220 km). 

As ações de combate envolvem o emprego de 38 militares, um avião, um helicóptero, dois caminhões-pipa, sete caminhonetes, um barco, quatro pás-carregadeiras, duas motoniveladoras, um trator e um quadriciclo, além do monitoramento remoto com satélites feito pelo Batalhão de Emergências Ambientais, em Cuiabá. 

O incêndio localizado na região da Fazenda Cambarazinho, em Poconé, segue confinado na área de aceiros construída pelo Corpo de Bombeiros. No local, os militares seguem no monitoramento e trabalho de rescaldo, para evitar que o fogo ultrapasse a barreira. 

Já em Porto Conceição, no município de Cáceres, mais uma equipe foi enviada para reforçar o trabalho de combate ao fogo, que, devido a uma rajada de vento forte nessa segunda-feira, avançou para a outra margem do rio. 

No local, equipes dos bombeiros realizam a construção de aceiros para confinar o fogo que pulou a margem do rio. Já do outro lado da margem, outras equipes fazem o contrafogo (o fogo controlado como estratégia para mudar a direção do incêndio), e seguem no combate direto. Importante ressaltar que a região de Porto Conceição é considerada de difícil acesso.

Os militares contam com apoio de embarcações para chegarem aos pontos de incêndio e de brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) para o combate.

O Batalhão de Emergências Ambientais (BEA) faz o monitoramento de todos os incêndios florestais do Estado via satélite, para orientar as equipes em campo.

A estiagem severa e baixa umidade do ar têm contribuído para a propagação das chamas e o Corpo de Bombeiros pede que a população colabore e respeite o período proibitivo. A qualquer indício de incêndio, os bombeiros orientam que a denúncia seja feita pelos números 193 ou 190.

Incêndios extintos

O Corpo de Bombeiros extinguiu um incêndio florestal em Chapada dos Guimarães.

Focos de calor

Em Mato Grosso, são 103 focos de calor registrados entre segunda e terça-feira, conforme última checagem às 17h, no Programa BDQueimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Deste total, 56 focos se concentram na Amazônia, 27 no Cerrado e 21 no Pantanal. Os dados são do Satélite de Referência (Aqua Tarde).

Importante ressaltar que o foco de calor isolado não representa um incêndio florestal. Entretanto, um incêndio florestal conta com o acúmulo de focos de calor.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853