Nova Mutum

day_122.png
21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

21 de Julho de 2024

GERAL Segunda-feira, 01 de Julho de 2024, 23:08 - A | A

01 de Julho de 2024, 23h:08 - A | A

GERAL / 1 A 0

Em jogo pegado, Uruguai vence os Estados Unidos e encerra fase de grupos da Copa América invicto

Gazeta Esportiva



Nesta segunda-feira, o Uruguai venceu os Estados Unidos por 1 a 0, no Arrowhead Stadium, em Kansas City, pela terceira rodada da Copa América. Olivera marcou o gol da vitória uruguaia.

Com mais uma vitória, o Uruguai encerrou a fase de grupos com 100% de aproveitamento, liderando o Grupo C com nove pontos conquistados. Os Estados Unidos, país-sede da competição, somaram apenas três pontos na primeira fase e foram eliminados. No outro jogo da chave, o Panamá venceu a Bolívia por 3 a 1 e ficou com a segunda vaga às quartas de final, alcançando as seis unidades. Os bolivianos não pontuaram e ficaram na lanterna.

Agora, o Uruguai espera os resultados do Grupo D para saber quem irá enfrentar nas quartas de final. Como a seleção uruguaia terminou na liderança, eles irão encarar o segundo colocado desta chave - que no momento é o Brasil.

O primeiro tempo do confronto contou com poucas oportunidades de gol e muitas faltas para ambos os lados. Aos 15 minutos, Adams, dos Estados Unidos, deu forte dividida em Olivera. O árbitro deu falta para o Uruguai e cartão amarelo para o norte-americano.

Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio, Maxi Araújo, atacante uruguaio, se chocou com o zagueiro norte-americano Raem e caiu no chão desacordado. A partida ficou paralisada, e o jogador do Uruguai foi substituído, dando lugar a Cristian Olivera.

A principal chance da etapa inicial foi do Uruguai. Aos 31 minutos, De La Cruz sofreu falta, e os uruguaios cobraram rapidamente. Nández saiu na cara do goleiro Turner e tocou por cima, mas Raem tirou a bola. Após o lance, os jogadores americanos reclamaram com a arbitragem, alegando que haviam parado para a cobrança da falta do adversário.

O jogo continuou pegado. Aos 35 minutos, Ronald Araújo deu um carrinho em Balogun, que revidou com uma cotovelada no uruguaio. O norte-americano se lesionou no lance e foi substituído da partida quatro minutos depois. Pepi entrou em seu lugar.

O Uruguai abriu o placar aos 20 minutos do segundo tempo. Em cobrança de falta De La Cruz levantou na área e encontrou Araújo, que desviou para defesa de Turner. No rebote, Olivera, em posição ajustada, tocou para o fundo do gol. Após revisão, o VAR não detectou impedimento de Olivera, e o tento foi confirmado.

Após o gol, os Estados Unidos esboçaram uma reação e pressionaram o Uruguai. No entanto, os donos da casa não foram eficientes e não conseguiram furar a defesa uruguaia.

Panamá ganha da Bolívia e elimina os Estados Unidos

Também nesta segunda-feira, o Panamá venceu a Bolívia por 3 a 1, no Orlando City Stadium, na Flórida, e se classificou às quartas de final. Com gols de Fajardo, Guerrero e Yanis os panamenhos eliminaram os Estados Unidos da competição. Bruno Miranda fez o gol dos bolivianos.

Na próxima fase, o Panamá vai enfrentar o primeiro colocado do Grupo D - que no momento é a Colômbia.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853