Nova Mutum

day_122.png
20 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

20 de Julho de 2024

GERAL Domingo, 16 de Junho de 2024, 09:59 - A | A

16 de Junho de 2024, 09h:59 - A | A

GERAL / TRIBUNAL DO JURI

Justiça remarca para novembro julgamento de autor da chacina de Sinop

Raynna Nicolas/Hiper Noticias



O juiz Anderson Clayton Dias Batista, em substituição na 3ª Vara Criminal de Sinop (480 km de Cuiabá), adiou o julgamento de Edgar Ricardo de Oliveira para novembro deste ano. Ele é acusado de matar sete pessoas no que ficou conhecido como "chacina da sinuca". Despacho de redesignação do Tribunal do Júri foi assinado no dia 14 de junho.

Decisão atendeu a pedido da defensoria pública que assumiu o caso no início do mês após renúncia do advogado criminalista Marcos Vinicius Borges, conhecido como "advogado ostentação". O defensor público Ricardo Bosquesi, que recebeu a atribuição de fazer a defesa de Edgar, alegou que só teve oito dias úteis para estudar o caso e, portanto, não teve tempo hábil para se preparar para o julgamento que aconteceria na próxima terça-feira (18).

Bosquesi também destacou a complexidade do caso que deixou sete vítimas, dentre elas uma adolescente que tinha, à época dos fatos, apenas 12 anos de idade. Por isso, alegou que o adiamento da sessão era medida impositiva. Entendimento foi acolhido pelo magistrado substituto.

"Ante o teor da petição, acolho o pleito defensivo para redesignar o ato para a data de 05/11/2024, às 08h30min", determinou.

Crime aconteceu em fevereiro de 2022, dentro de um bar de Sinop. Edgar e um comparsa, Ezequias Ribeiro, revoltados com diversas derrotas em partidas apostas de bilhar, deixaram o estabelecimento e voltaram momentos depois armados e atirando contra todos que estavam no local. Ezequias Ribeiro morreu em confronto com a polícia durante a caçada aos criminosos. 

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853