Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

GERAL Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2022, 15:37 - A | A

09 de Dezembro de 2022, 15h:37 - A | A

GERAL / GERAL

MT é o estado com mais aviões agrícolas do país

São mais de 600 aeronaves, o equivalente a 24,67% da frota do país.

Kátia Kruger, TV Centro América



O Brasil tem a segunda maior frota área agrícola do mundo, com mais de 2.000 aeronaves – fica atrás apenas dos Estados Unidos, que possui cerca de 3.000 aviões agrícolas. Entre os estados, Mato Grosso lidera com mais de 600 aviões agrícolas, o equivalente a 24,67% da frota do país.

Assista a reportagem completa do Mais Agro, aqui.

São aeronaves com tecnologia de ponta que são utilizados para aplicação de defensivos, semeadura, povoamento de rios e lagos, trato de florestas e combate a incêndios.

Cada vez que um avião agrícola sobe, o piloto que está no cockpit, executa algo que foi planejado, visando a segurança e a eficácia do voo. Segundo o coordenador de operações, Luan Henrique da Cunha Lima, a aviação agrícola tem papel importante e fundamental para as lavouras.

“A gente tem encontrado muitos profissionais capacitados em aviação agrícola, já dentro do estado do Mato Grosso”, disse.

Segundo o presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), Thiago Magalhães Silva, a aviação agrícola brasileira atua praticamente em todas as culturas.

“Nós temos a soja, o milho, algodão e a cana-de-açúcar, que são as principais culturas. A aviação vem crescendo, conforme essas culturas vão se expandindo pelo país, por causa da rapidez com que ela atende e por causa da tecnologia que ela tem embarcada”, explicou.

Conforme o piloto agrícola Délcio Boin Junior, para se tornar um piloto agrícola é necessário passar por etapas, como cursos para piloto privado e comercial. Segundo ele, são cerca de 400 horas de aulas para conseguir ingressar na profissão.

“Tudo é feito por partes, se você for passando nas provas e tiver o dinheiro para investir, você pode formar de um ano e meio a dois anos ou três anos e meio a quatro anos”, contou.

A aviação agrícola é regulamentada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e também existe regulamentações pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853