Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

Polícia Terça-feira, 22 de Novembro de 2022, 12:49 - A | A

22 de Novembro de 2022, 12h:49 - A | A

Polícia / GOLPE CONTRA ESPÓLIO

Advogado de MT é suspeito por saque de R$ 2,4 milhões de morto

Endereço em Barra do Garças foi alvo de um mandado de busca e apreensão na segunda-feira

Midia News



Um mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela Justiça do Estado de Alagoas foi cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), na segunda-feira (21).

O mandado foi cumprido por policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do Município.

A ação foi realizada em apoio à Polícia Civil de Alagoas, que investiga um escritório de advocacia em Barra do Garças, onde um advogado estaria supostamente envolvido em um saque de alvará judicial de uma pessoa falecida, no valor de R$ 2,4 milhões.

Durante cumprimento da ordem judicial foram apreendidos celulares e diversos documentos.

As buscas foram acompanhadas pela Comissão de Garantias e Prerrogativas da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil.

Conforme o delegado adjunto da Derf de Barra do Garças, Joaquim Leitão Junior, as investigações apontam que o advogado junto com outros indivíduos, emitiram notas promissórias frias em nome de uma pessoa falecida que possui grandes valores, para ingressarem com uma ação de execução.

“Tempos depois, em hipotética simulação com outro advogado do espólio transacionaram aproximadamente R$ 2,4 milhões da pessoa falecida, sendo que somente depois os herdeiros deram falta dos valores”, completou o delegado Joaquim Leitão Junior.

Após o trabalho operacional, os objetos apreendidos no endereço alvo em Barra do Garças serão encaminhados à Polícia Civil de Alagoas, para análises e continuidade das investigações.

 

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853