Nova Mutum

day_122.png
25 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

25 de Julho de 2024

Polícia Quarta-feira, 19 de Junho de 2024, 09:23 - A | A

19 de Junho de 2024, 09h:23 - A | A

Polícia / POLÍCIA

Dupla suspeita de decapitar mulher morre em confronto com a PM em São José do Rio Claro/MT

Yuri Ramires/Gazeta Digital
São José do Rio Claro/MT



Dois homens, suspeitos de terem matado e decapitado Simone Pereira nesta terça-feira (18), em São José do Rio Claro (315 km ao médio-norte de Cuiabá), morreram durante um confronto com a Polícia Militar. Equipes tentavam fazer a prisão dos suspeitos, que reagiram e acabaram morrendo.

Caso foi registrado por volta das 18h em uma quitinete na avenida Domingos Briante. Operação das forças de segurança já tinham identificado que os suspeitos do crime estavam morando na quitinete, que fica na parte de cima de um restaurante.

Rondas foram feitas no local, mas, no primeiro momento, a dupla não foi encontrada. Não demorou muito para uma denúncia anônima chegar até os policiais, informando que os suspeitos tinham acabado de chegar em casa.

Polícia voltou ao local, fez um cerco e tentou a abordagem. Os suspeitos se esconderam atrás de duas portas e, mesmo com as ordens para se entregarem, não obedeceram e dispararam contra as equipes.

Começou então uma troca de tiros. Os suspeitos foram baleados e encaminhados com sinais vitais para uma unidade de saúde da cidade, mas não resistiram e acabaram morrendo. Com eles, foi apreendido um revólver calibre 38.

Até a manhã desta quarta-feira (19), a dupla não tinha sido identificada. Perícia Oficial e Polícia Civil cuidam do caso.

 

TV Cidade Verde/SJRC

Simone Pereira

 

 

Morte de Simone

Testemunha contou que ouviu 3 disparos de arma de fogo e pensou que bandidos estavam roubando ovelhas de uma fazenda. Mas, quando chegaram no local, encontraram o corpo de uma mulher.

Polícia foi acionada e quando chegaram, flagraram os suspeitos enterrando o corpo da vítima, que foi decapitada. A cabeça estava separada do corpo.

Ao que tudo indica, ela foi morta, abandonada e depois o grupo voltou para o local para enterrá-la. Assim que os bandidos flagraram os policiais, conseguiram fugir para dentro da mata.

No local ainda foi encontrado um carro abandonado, bem como roupas com manchas de sangue. Simone era faccionada e tinha envolvimento com o tráfico da cidade.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853