Nova Mutum

day_122.png
22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

22 de Junho de 2024

Polícia Sábado, 17 de Dezembro de 2022, 20:39 - A | A

17 de Dezembro de 2022, 20h:39 - A | A

Polícia /

Filho de sargento do Exército é detido após ameaçar policiais e resistir a abordagem

CARTEIRADA

Vinicius Mendes/GD



Filho de sargento do Exército Brasileiro, um jovem de 25 anos, que não teve sua identidade divulgada, foi preso pela Polícia Militar na madrugada deste sábado (17) em Cuiabá após fazer ameaças aos policiais que o abordaram. Ele disse que tinha conhecidos de alto escalão e que os militares estariam “fudidos”.

 

De acordo com informações da PM, por volta de 00h30 de hoje (17) uma equipe fazia patrulhamento pela Avenida Jaques Brunini, na região do Bairro Grande Terceiro, quando passou em frente a uma tabacaria e encontrou um VW Gol com os vidros revestidos por película escura, que impedia a visualização de quem estava dentro.

Além disso o carro estava emitindo som em alto volume. Os militares abordaram o veículo na Rua Rio Culuene e determinaram que os ocupantes descessem. No entanto, quando as portas foram abertas foi verificado que apenas uma pessoa estava dentro, o jovem de 25 anos.

O suspeito se posicionou para busca pessoal, mas se mostrou relutante à ação. Quando os policiais iriam iniciar a busca no veículo o rapaz disse que era militar e começou a questionar a abordagem.

Os militares explicaram que pararam o veículo pois a película que revestia os vidros estava irregular. O jovem então teria dito que não era da PM a competência sobre este assunto, reforçando também que era militar.

Os policiais entenderam a atitude como ação de intimidação e pediram a documentação militar do motorista. Ele apresentou sua CNH e um documento de dependente de militar, que atestava que ele é filho de sargento do Exército.

O suspeito disse que sabia como deveria ser realizada este tipo de abordagem, que a PM não poderia tê-lo parado por ser filho de militar. Afirmou ainda que caso os policiais continuassem com a busca em seu veículo estariam “fudidos” porque ele reportaria a situação à Corregedoria da PM, departamento que, segundo ele, tinha conhecidos de alto escalão.

Os policiais então deram voz de prisão ao jovem pelos crimes de ameaça e tráfico de influência. Ele foi algemado e encaminhado à Central de Flagrantes para que as providências fossem tomadas.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853