Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

Polícia Sexta-feira, 25 de Novembro de 2022, 10:03 - A | A

25 de Novembro de 2022, 10h:03 - A | A

Polícia / POLÍCIA

Homem tenta matar duas mulheres em menos de duas horas em MT

Yuri Ramires|GD



Duas mulheres, de 43 e 24 anos, sofreram uma tentativa de feminicídio, na madrugada desta sexta-feira (25), em Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá), cometida pelo mesmo homem. O agressor está foragido e a polícia faz buscas.

Conforme as informações, o primeiro caso foi registrado com uma das vítimas logo após a 00h. Ela já conhecia o suspeito e que eles tinham se encontrado durante a noite de quinta-feira (24), até que foram para a casa.

Lá, ficaram na frente conversando por mais um tempo. Quando a mulher abriu a porta, ele a jogou para dentro, a agarrou pelo pescoço e começou a enforca-la.

Vítima estava quase desmaiando quando conseguiu colocar os pés na parede e empurrar o corpo com força para trás. Nesse momento, os dois caíram no solo e ela aproveitou para correr, pedindo socorro.

Mulher foi socorrida por uma testemunha e encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

Segundo caso

Por volta da 1h30, a segunda vítima foi surpreendida pelo suspeito gritando e batendo na janela da sua casa. Ao abrir, o encontrou todo sujo e questionado, alegou que brigou com o pai e que precisava de um pouco de água.

Ela abriu a porta, deixou o homem entrar. Quando pegou a água, percebeu que uma gaveta da cozinha estava aberta, sem a faca. Momento que foi surpreendida pelo homem com a faca nas mãos, alegando que ‘era para se defender’.

Mas, em seguida, ele desferiu vários golpes contra a mulher, mas só um acertou na altura do olho. Ela pegou uma cadeira para se defender e correu para a rua pedindo por ajuda. O suspeito aproveitou para fugir do local.

Vítima também foi levada para a UPA. Polícia já está em posse das informações sobre o suspeito, incluindo seu local de trabalho. Caso é investigado.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853