Nova Mutum

day_122.png
24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

24 de Julho de 2024

Polícia Quinta-feira, 20 de Junho de 2024, 19:40 - A | A

20 de Junho de 2024, 19h:40 - A | A

Polícia / AGIA COM BRUTALIDADE

Mães denunciam monitora de creche municipal por agressão às crianças

Sabrina Ventresqui/Hiper Noticias



Mães de crianças que frequentam o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Jaíra Cuiabano Correa da Costa, localizada no bairro Pedra 90, em Cuiabá, denunciaram uma monitora da unidade por agressão. O caso foi exposto no Programa do Pop, da TV Cidade Verde, exibido nesta quinta-feira (20). 

Segundo o programa matinal, três mães procuraram a reportagem para denunciar os fatos. Em um dos relatos, uma mulher, que não quis se identificar, contou que o filho amava ir para a escola, até que teve uma mudança de comportamento e passou a chorar toda vez que tinha que ir à unidade. Ele contou para a mãe que a ‘tia’ o maltratava. 

Foi então que a mãe da criança supostamente agredida procurou a coordenação da instituição de ensino. Os responsáveis disseram que o caso seria resolvido. Contudo, o menino continuava chegando em casa com lesões. 

Na sequência, uma ex-funcionária da escola narrou que presenciou a monitora tratando as crianças de forma ríspida e aplicando castigos. Segundo a mulher, a monitora se irritava com o mau comportamento dos pequenos e chegava a puxá-los pelo braço com brutalidade.

Por fim, o programa também exibiu o áudio de uma criança relatando as agressões à mãe dela. Na gravação, a menina narra que a professora bateu no pé dela e ameaçou dar uma surra na pequena, caso ela relatasse as agressões para os responsáveis.

A mulher registrou um boletim de ocorrência contra a professora. A criança foi submetida a um exame de corpo e delito, que ainda não foi concluído. 

OUTRO LADO

Por meio de nota ao Programa do Pop, a Secretaria Municipal de Educação afirmou que recebeu uma denúncia via ouvidora na última segunda-feira e está apurando o caso.

Procurada pela Reportagem, a pasta ainda não respondeu à solicitação. O espaço segue aberto.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853