Nova Mutum

day_122.png
21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

21 de Julho de 2024

Polícia Quarta-feira, 26 de Junho de 2024, 14:35 - A | A

26 de Junho de 2024, 14h:35 - A | A

Polícia / REFORÇO NA SEGURANÇA

"Novas viaturas, armamentos e drones chegam em momento especial de operações em ritmo acelerado", afirma delegada

Delegada-geral da Polícia Civil pontuou que equipamentos fortalecem o combate à violência contra a mulher e à atuação de organizações criminosas

Camila Molina | Polícia Civil-MT



A entrega de viaturas, armamentos e drones pelo Governo de Mato Grosso à Polícia Civil, nesta terça-feira (25.06), ocorreu em um momento em que a instituição trabalha de forma intensa com operação de combate à criminalidade, como destacou a delegada-geral da instituição, Daniela Silveira Maidel. Os equipamentos fortalecem o combate à violência contra a mulher e a atuação de organizações criminosas.

“A Polícia Civil, que tem como missão a investigação de ilícitos, precisa desenvolver as suas atividades com cada vez mais qualidade. Para isso, nós precisamos de armamentos e equipamentos, assim como do aparelhamento de forma mais tecnológica para realizar esse embate. Novas viaturas, armamentos e drones chegam em momento especial de operações em ritmo acelerado. Agradeço a cada delegado, escrivão e investigador, aqui presente, nós temos dado o nosso máximo, isso impõem aos servidores, fim de semana, noite, madrugadas e todos tem se empenhado no combate ao crime organizado”, declarou.



A entrega de 11 viaturas Renault Oroch, destinadas aos núcleos e salas de atendimento a vítimas mulheres e vulneráveis, de 134 armas longas e de 97 drones somam um investimento de mais de R$ 3,348 milhões, destinados à Polícia Civil e à Segurança Pública de Mato Grosso.

A delegada-geral destacou a integração do SER Família Mulher e a busca do melhor atendimento às vítimas de violência doméstica.

“Por vezes, no atendimento, às vítimas se queixam de andar em viaturas caracterizadas, elas não querem ser revitimizadas, elas não querem mostrar que aquele atendimento está acontecendo. Ano passado nós entregamos doze viaturas, esse ano, completamos o projeto entregando mais onze viaturas. Viaturas operacionais descaracterizadas, só para atendimento a mulheres vítimas de violência”, enfatizou.

As picapes descaracterizadas serão usadas em ações de retirada dos pertences de vítimas de violência doméstica e familiar, para que elas não se sintam constrangidas durante os atendimentos. Os veículos foram adquiridos por meio do Projeto de Enfrentamento à Violência Contra Mulher, com recurso no valor de R$ 1.348.200,00 oriundo de emenda parlamentar federal.

As armas longas, dos modelos fuzil e espingarda representam um investimento de R$ 1,141 milhão, feito por meio de emenda parlamentar.



Os drones foram adquiridos com recurso do Fundo Nacional de Segurança Pública, sendo um investimento aproximado de R$ 860 mil. Os equipamentos aéreos não tripulados serão empregados em atividades de investigação e destinados para todas as unidades policiais do estado.

No evento, o governador do Estado, Mauro Mendes, destacou os investimentos robustos que têm sido realizados em Mato Grosso em todas as áreas, especialmente na Segurança Pública, enfatizando que quem combate a violência no dia a dia são todos aqueles profissionais que estão no fronte da investigação, no patrulhamento, nas ruas.

“Tenho o orgulho em dizer que Mato Grosso é um dos estados da nação brasileira que mais investe e o meu papel é cuidar da receita do estado, para que esse dinheiro se transforme, em equipamentos, em instrumentos, em tecnologias, em veículos, e em boas condições de trabalho, porque aí sim, os nossos profissionais, nossas forças de segurança serão capazes de fazer o seu trabalho e dar respostas em um país onde a insegurança tema de grandes debates”, ressaltou o governador.



O secretário de Segurança Pública, Coronel Cezar Roveri, enfatizou que as viaturas serão muito bem utilizadas, ressaltando os trabalhos da caravana do SER Família Mulher que está percorrendo todo estado de Mato Grosso e também da recém-criada Coordenadoria de Enfrentamento à Violência Contra Mulher e Vulneráveis.

“Em dezembro, no gabinete da primeira-dama tivemos uma reunião, em que por meio de uma reunião de esforços foi possível a criação desta nova coordenadoria na Polícia Civil, que faz parte da porta de entrada do atendimento de defesa da mulher, completada pelo programa social do Ser Família Mulher. Para nós é realmente uma entrega muito importante, uma entrega simbólica, que vai representar, o que todos esses profissionais, homens e mulheres, estão fazendo no estado de Mato Grosso, ampliando esse programa de proteção à mulher, desde a entrada no atendimento até o projeto social, em que a vítima é resgatada e sair do ciclo de violência”, disse o secretário.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853