Nova Mutum

day_122.png
20 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

20 de Julho de 2024

Polícia Sexta-feira, 28 de Junho de 2024, 15:54 - A | A

28 de Junho de 2024, 15h:54 - A | A

Polícia / TEM PASSAGENS CRIMINAIS EM NOVA MUTUM

PM apreende caminhão, 445 cestas básicas e prende suspeito por associação criminosa em Diamantino/MT

Suspeito possuí outras duas passagens pelas mesmas práticas nos municípios de Guiratinga e Nova Mutum

Wellyngton Souza | PMMT
Cuiabá/MT



Equipes da 9ª Companhia Independente do município de Diamantino (182 km de Cuiabá) apreenderam, nesta quinta-feira (27.06), 445 cestas básicas divididas entre alimentos não perecíveis e produtos de limpeza, durante abordagem a um caminhão, na MT-240. Na ação, um homem foi preso suspeito por associação criminosa e falta de habilitação para dirigir.

Os policiais militares receberam informações de que o condutor de um caminhão modelo Ford F350, estaria transportando grande quantidade de cestas básicas sem documentação necessária e que a carga supostamente pertenceria a integrantes de uma organização criminosa no município.

Após a denúncia, as equipes intensificaram o policiamento e identificaram o veículo em um trecho da MT-240, próximo ao trevo do bairro Buriti, momento em que o condutor foi abordado. Durante chegacagem, o suspeito não possuía habilitação para conduzir veículo de carga.

Além disso, os policiais militares identificaram diversos boletins de ocorrência com natureza de associação criminosa e fraude.

Questionado quanto à carga, o homem confessou que seriam diversas cestas básicas, mas que não tinha a documentação com a relação de todos os produtos. O suspeito ainda ressaltou que teria carregado a mercadoria e em uma empresa, mas o endereço não foi localizado pelos policiais militares.

O suspeito, o veículo e as cestas foram encaminhadas à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer.

Disque-denúncia

A sociedade pode colaborar com a Polícia Militar em qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, através do telefone 190 ou do disque-denúncia 0800.065.3939.

 

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853