Nova Mutum

day_122.png
22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

22 de Junho de 2024

Polícia Terça-feira, 13 de Dezembro de 2022, 18:52 - A | A

13 de Dezembro de 2022, 18h:52 - A | A

Polícia / CRIME PASSIONAL

Polícia prende suspeita de tortura e desaparecimento de jovem em Sorriso/MT

Victória Maria, de 24 anos, saiu para se encontrar com um homem e nunca mais voltou para casa

Liz Brunetto / Mídia News



A Polícia Civil prendeu, na última sexta-feira (9), uma mulher suspeita de ter envolvimento na tortura e possível execução da jovem Victória Maria de Almeida e Nascimento, de 24 anos, em Sorriso (a 418 quilômetros da Capital), Victória desapareceu no dia 31 de outubro, quando saiu de casa para se encontrar com um homem e não voltou mais para casa.   

De acordo com o delegado Eugênio Rudy, em entrevista a sites locais, apesar do corpo não ter sido encontrado, a hipótese é de que houve execução por motivos passionais.

“Trabalhamos com a tese, que para nós já é irrefutável, de um homicídio. Temos informações fidedignas desse respeito. Mas precisamos comprovar e localizar esse corpo, até para provar a materialidade delitiva”, explicou.

A mulher foi presa em Sorriso e negou o crime durante o depoimento, apesar das provas coletadas pela Polícia. A investigada foi encaminhada para o presidio feminino de Colíder.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO EM NOTÍCIAS, VAGAS DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA E MUITO MAIS!  CLIQUE AQUI

APROVEITE E CURTA A NOSSA PAGINA NO  FACEBOOK , SIGA NOSSO INSTAGRAM, SE INSCREVA EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

“As investigações apontam o envolvimento dela na tortura e morte dessa mulher. São pessoas que integram uma facção criminosa e a morte decorreu de um decreto dessa facção”, afirmou.

Pelo menos outras três pessoas estariam envolvidas no crime.

Hipótese de motivação

Segundo o delegado, os indícios apontam para o motivo passional como “pano de fundo” para a decretação do crime.

“Dentro dessa facção criminosa é terminantemente proibido que haja envolvimento de um faccionado com outro, e isso pode ocasionar inclusive a morte, que foi o que aconteceu nesse caso”, afirmou.

“Preliminarmente, não quero dizer que esse foi o motivo real, mas há fortes indícios de que tenha sido a mola propulsora do homicídio que vitimou a Vitória”, disse.

Conforme o delegado, as singularidades do caso comprovam que não envolve uma briga de facções, mas de uma ordem interna.

O delegado pediu a ajuda da população, para caso alguém tenha informações sobre o paradeiro do corpo da jovem, que informe as autoridades  de forma anônima.

Desaparecimento

Mãe de três meninas e um menino, Victória era moradora há anos do Bairro Morada do Bosque, em Sorriso (a 418 quilômetros de Cuiabá).

Vizinhos a viram saindo por volta das 19h de segunda. A família sabe que ela iria se encontrar com um homem, que provavelmente já era conhecido dela, mas não tem informações a respeito da identidade dele, ou do tipo de relação que eles tinham.

“Era alguém que ela conhecia, disso eu tenho certeza, porque ela não ia sair assim, sem conhecer a pessoa”, afirmou uma familiar que preferiu não se identificar.

No dia em que desapareceu, três das crianças estavam na casa de uma avó e, uma, na de outra.

Segundo a familiar, Victória tinha a guarda compartilhada com o pai das crianças e alguns dias por semana elas ficavam fora de casa.

 

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853