Nova Mutum

day_122.png
15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

15 de Junho de 2024

Política Domingo, 13 de Novembro de 2022, 10:26 - A | A

13 de Novembro de 2022, 10h:26 - A | A

Política / COFRES CHEIO

Arrecadação bate meta de 2023 e deve chegar R$ 55 bi

Pablo Rodrigo/Gazeta Digital



Faltando ainda pouco mais de 45 dias para fechar o ano, o governo Mauro Mendes (União), praticamente, já arrecadou o que propõe para 2023: uma receita de R$ 30 bilhões. Isso deixa a proposta orçamentária subestimada em relação a 2022. Até o dia 11 de novembro, o Tesouro Estadual já arrecadou R$ 29.754 bilhões, segundo o Portal Transparência.  

O desempenho financeiro gera polêmica junto aos deputados estaduais, principalmente para os de oposição, que nos últimos anos apontam que o governador vem subestimando a arrecadação de impostos para evitar a concessão de reajustes salarial para os servidores.  

Apesar da reclamação dos parlamentares, o governo conseguiu garantir que o valor total da Lei Orçamentária Anual de 2023 (LOA-2023) não seja alterada e permaneça em R$ 30 bilhões. A confirmação do acordo partiu do presidente da Assembleia Legislativa (ALMT), Eduardo Botelho (União), mesmo  com arrecadação deste ano ter ultrapassado a previsão de arrecadação estimada para o ano de 2022, que é de R$ 43.2 bilhões bruto.  

Já entraram de janeiro até a primeira semana de novembro deste ano R$ 48.258.741.794,74, ou seja, R$ 5 bilhões a mais do que previsto. Ainda de acordo com os números do Portal Transparência, a arrecadação dos meses de novembro e dezembro do ano passado somaram R$ 7,8 bilhões.  

Mantendo o mesmo desempenho neste ano, Mato Grosso ultrapassará o montante de R$ 55 bilhões brutos em arrecadação,  mesmo com redução por causa da disputa do ICMS dos combustíveis aprovadas pelo Congresso Nacional neste ano.  

A pressão da oposição é para que o Estado atenda as demandas do funcionalismo público. Porém, Mendes prefere manter o foco em investimentos de obras, já que decidiu iniciar as obras do BRT (Ônibus de Rápido Transporte, sigla em português) e assumir as obras do BR-163, que era de responsabilidade do governo federa

CLIQUE AQUI E PARTICIPE DO NOSSO GRUPO PARA RECEBER VAGAS DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA, NOTÍCIAS E MUITO MAIS!

SIGA OUTRAS NOSSAS REDES SOCIAIS: INSTAGRAM, FACEBOOKTWITTER E YOUTUBE

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853