Nova Mutum

day_122.png
18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

18 de Junho de 2024

Política Sexta-feira, 11 de Novembro de 2022, 14:21 - A | A

11 de Novembro de 2022, 14h:21 - A | A

Política / POLITICA

Pedágio pode ser pago com cartão de débito em MT

Assessoria



Boa notícia para os usuários das rodovias privatizadas que cortam Mato Grosso. Agora, já é possível pagar o valor do pedágio com cartão de débito, o que traz mais praticidade e rapidez.

O militar aposentado Arnaldo Lima, por exemplo, já utilizou desta ferramenta. Recentemente, em viagem de Cuiabá a Rondonópolis, ele pagou a tarifa com cartão nas praças de pedágio da BR-163 administradas pela concessionária Rota do Oeste.

"Achei uma beleza. É muito mais rápido, sem contar que nem sempre temos moedinhas para completar o valor de R$ 4,10. Aliás, falta moeda pro consumidor e também para a empresa que administra o pedágio", disse.

A mesma experiência foi sentida pelo design Edilson Proença, nesta quarta-feira (09).

"O pagamento é muito mais rápido e seguro, não levei nem dois minutos para pagar e sair da praça de pedágio. Hoje, poucas vezes andamos com dinheiro no bolso, mas o cartão está sempre com a gente, né?", indagou.

A mudança ocorreu a partir da sanção da lei 11.491/2021, do deputado estadual Wilson Santos (PSD), que inclui a modalidade de cobrança. Está implantada há cerca de 60 dias em todas as praças de pedágio.

O dispositivo foi acrescentado à Lei nº 8.620, de 28 de dezembro de 2006, que instituiu a cobrança de pedágios nas rodovias estaduais de Mato Grosso. Agora, o pagamento pode ser feito em dinheiro ou débito, mas o artigo V da lei prevê "pagamentos instantâneos autorizados pelo Banco Central do Brasil". Isso significa, que a concessionária logo logo pode passar a aceitar também PIX e cartão de crédito no pagamento das tarifas.

"Criar leis e dispositivos legais que melhorem a vida dos cidadãos é uma das obrigações dos parlamentares. Esta lei cumpre este objetivo, uma vez que grande parte da população opta, hoje em dia, por meios eletrônicos de pagamento que são mais rápidos e seguros", disse o deputado.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853