Nova Mutum

day_122.png
22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

22 de Junho de 2024

Política Quinta-feira, 24 de Novembro de 2022, 14:00 - A | A

24 de Novembro de 2022, 14h:00 - A | A

Política / POLITICA

Quatro deputados de MT assinam pedido de CPI contra ministros do STF

Pablo Rodrigo/Gazeta Digital



Metade da atual bancada de Mato Grosso, na Câmara Federal, assinou a proposta de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostos abusos de autoridade por parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

O pedido é do deputado federal bolsonarista Marcel Van Hattem (Novo-RS), e teve o aval dos deputados José Medeiros (PL), Nelson Barbudo (PL), Drº Leonardo (Republicanos) e Juarez Costa (MDB).   Nas redes sociais, Medeiros divulgou a adesão ao requerimento.

 

De acordo com Hatten, ainda faltan 3 assinaturas para conseguir as 171 necessária para a instauração. Ele chegou a publicar o fato em seu twitter, pedindo para os eleitores 'pressionarem' os deputados estaduais da região. Na justificativa do pedido, o parlamentar aponta para as decisões dadas pelo ministro Alexandre Moraes ao longo desse ano.

Ele cita por exemplo, a realização de busca e apreensão contra empresários em agosto passado, onde os mesmos organizavam atos antidemocrários pelo país. Na mesma decisão foi determinado o bloqueio das contas dos alvos. "Nesse episódio, inúmeras arbitrariedades que configuram grave violação ao Estado de Direito podem ser verificadas", justificam Hattem.  

Ele também cita a última decisão de Moraes, que bloqueou contas de 43 empresários por conta das manifestações democráticas que ocorrem desde o dia 30 de outubro, por não aceitarem o resultado das urnas. Vários empresários de Mato Grosso foram atingidos pela decisão.  

José Medeiros, que assina o requeimento teve a sua conta da rede social Twitter derrubada, por divulgação de fake news e ataques ao sistema eleitoral do país.  

Dos 4, apenas Medeiros e Juarez Costa conseguiram se reeleger. Já Nelson Barbudo e Drº Leonardo deixarão os mandatos em janeiro do ano que vem.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853