Nova Mutum

day_122.png
24 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

24 de Julho de 2024

Polícia Sábado, 22 de Junho de 2024, 09:16 - A | A

22 de Junho de 2024, 09h:16 - A | A

Polícia / CONTARAM À AVÓ

Marido de cuidadora é preso acusado de abusar sexualmente de duas meninas em MT

Gazeta Digital



Um homem acusado de abusar sexualmente de duas crianças, de 3 e 6 anos de idade, foi preso nesta sexta-feira (21) pela Polícia Civil no município de Juara (709 km a Médio-Norte). O caso teria ocorrido na casa onde as vítimas eram cuidadas pela esposa do suspeito. No interrogatório ele confessou o crime.

Na quinta-feira (20) a avó das crianças procurou a Delegacia da Polícia Civil de Juara e relatou que tomou conhecimento do fato quando foi buscar as meninas na casa da cuidadora e uma delas chorava e tremia, mas não contou o motivo do choro. A avó perguntou à neta o que teria acontecido e a criança mais nova disse que a irmã estava chorando há muito tempo dentro da casa.

A criança de 6 anos acabou contando à avó que, quando estava na casa da cuidadora, foi até a cozinha buscar uma bolacha e, quando voltava para a sala, o suspeito a pegou pelo braço e tocou seu corpo. A criança mais nova, de forma espontânea, falou para a avó que isso não seria motivo para a irmã chorar, porque o suspeito fazia o mesmo ato com ela.

As duas crianças disseram que não haviam relatado o que aconteceu porque o suspeito disse a elas que não contassem a ninguém o que ocorreu porque seriam repreendidas. A mãe das menores foi comunicada assim que chegou do trabalho, e, junto com a avó das crianças, foi à delegacia fazer a denúncia.

Após o registro do fato, na noite de quinta-feira, a equipe policial ouviu os pais das vítimas e encaminhou as crianças para o exame de corpo de delito.

Na sequência, os investigadores realizaram buscas pelo suspeito e, em menos de 24 horas, ele foi localizado e preso em flagrante pelo crime de estupro de vulnerável. Ao ser ouvido em interrogatório, o homem confirmou os abusos e, após a prisão, foi encaminhado à cadeia pública do município.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853