Nova Mutum

day_122.png
14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

14 de Julho de 2024

Polícia Quarta-feira, 26 de Junho de 2024, 09:57 - A | A

26 de Junho de 2024, 09h:57 - A | A

Polícia / DOM QUIXOTE

Operação mira envolvidos em sequestro e morte de trabalhadores nordestinos em Rondonópolis

Investigações apontam que vítimas foram confundidas com integrantes de um grupo criminoso rival

Assessoria | Polícia Civil-MT



A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), deflagrou, na manhã desta quarta-feira (26.06), a Operação Dom Quixote, para cumprimento de 17 ordens judiciais dentro de investigações que apuram o sequestro de 14 trabalhadores da região nordeste do país, que estavam no município. 

As vítimas foram torturadas em diferentes pontos da cidade e três delas foram mortas pelos criminosos. São cumpridos na operação, sete mandados de prisão temporária, nove de busca e apreensão e três de apreensão de veículos. 


A operação conta com o apoio das equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis e dos policiais do GOE. 

O crime ocorreu no dia 30 de maio, quando integrantes de uma associação criminosa, invadiram uma residência que era utilizada como alojamento dos trabalhadores e mediante violência e grave ameaça, renderam as 14 vítimas que foram submetidas a sofrimento físico e mental. 


As vítimas foram amarradas pelos criminosos e levadas para diferentes locais da cidade, onde novamente foram agredidas e ameaçadas. Três vítimas, Antônio José dos Santos Filho, Renan do Nascimento Barreto e Talisson Ferreira da Silva, foram assassinadas pelos criminosos e tiveram seus corpos abandonados em via pública.

O corpo de Antônio José dos Santos Filho foi encontrado na zona rural, próxima a Gramaria, amarrado por arame, com um ferimento na região da cabeça provocado por arma de fogo.

As outras duas vítimas, Renan do Nascimento Barreto e Talisson Ferreira da Silva, foram localizadas na região do Anel Viário, com as mãos amarradas por arame e com ferimentos provocados por golpes de faca. 




Segundo as investigações da DHPP Rondonópolis, os 14 trabalhadores, que vieram do nordeste foram confundidos com membros de facção criminosa rival ao grupo envolvido no crime. Após diversas diligências e coleta de informações, foi possível chegar a identificação dos envolvidos no crime.

Com base nas investigações, a Polícia Civil representou pelas ordens judiciais contra os investigados, que foram deferidas pela Justiça. Com o cumprimento dos mandados será possível esclarecer outros fatos ainda em apuração, assim como identificar outros possíveis envolvidos, no crime. 

A operação integra os trabalhos da Operação Erga Omnes deflagrada dentro do planejamento da Polícia Civil de Mato Grosso para combate à atuação de organizações de criminosas no estado.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853