Nova Mutum

day_122.png
21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

21 de Julho de 2024

Polícia Quarta-feira, 26 de Junho de 2024, 14:30 - A | A

26 de Junho de 2024, 14h:30 - A | A

Polícia / OPERAÇÃO LEX PARALELA

Polícia Civil cumpre 20 mandados contra organização criminosa em três cidades do norte de MT

A terceira fase da operação cumpre ordens judiciais de prisão e busca e apreensão em Itaúba, Nova Santa Helena e Colíder

Assessoria | Polícia Civil-MT



Vinte mandados judiciais foram cumpridos na Operação “Lex paralela III – os remanescentes”, deflagrada pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (26.06), nos municípios de Itaúba, Nova Santa Helena e Colíder, região norte do Estado.

Os oito mandados de prisão preventiva e 12 de busca de apreensão domiciliar, tiveram como alvos integrantes de uma organização criminosa instalada nas três cidades, e que vinham atuando no crime de tráfico de drogas.



A terceira fase da operação é continuidade das investigações conduzidas pela Delegacia de Itaúba, que resultaram na identificação de novos suspeitos de fazem parte do grupo criminoso. As 20 ordens foram expedidas pelo juízo da 5ª Vara Criminal da Comarca de Sinop.

A ação contou com a participação de 42 policiais civis das Delegacias de Guarantã do Nortes, Colíder, Matupá, Peixoto de Azevedo, Terra Nova do Norte, Marcelândia, além de duas guarnições do Núcleo da Polícia Militar de Itaúba e Nova Santa Helena e da equipe do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer).

Operação “Lex Paralela III - os remanescentes”

A primeira fase foi deflagrada pela Polícia Civil, em janeiro deste ano. Desde então, a Delegacia de Itaúba vem intensificando as diligências para identificar outros envolvidos na organização criminosa, a qual vinha cometendo de forma reiterada a venda de entorpecentes.

No mês de fevereiro foi realizada a segunda fase, ocasião que se identificou novas ramificações da organização criminosa, sendo cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão para reforçar o combate e a repressão ao tráfico de drogas em Itaúba e Nova Santa Helena.



Nome da operação

“Lex Paralela” faz referência a tentativa da organização criminosa de estabelecer normas paralelas de controle sobre os pontos de vendas de drogas e punição a usuários e revendedores que não obedecessem às ordens emanadas dos criminosos.

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853