Nova Mutum

day_122.png
14 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

14 de Junho de 2024

Política Segunda-feira, 14 de Novembro de 2022, 14:41 - A | A

14 de Novembro de 2022, 14h:41 - A | A

Política / MANIFESTAÇÕES EM BRASÍLIA

Acampado em Brasília, prefeito de MT revela encontro com Braga Netto: "A coisa vai funcionar"

Thaiza Assunção/Repórter MT



O prefeito de Tapurah, Carlos Alberto Capeletti (PSD), gravou vídeo afirmando que encontrou o ministro da Casa Civil, general Walter Braga Netto, em Brasília, e o mesmo lhe prometeu “que vai acontecer algo muito bom para toda a sociedade do Brasil ainda nesta semana”.

Capeletti está acampado em frente ao Quartel General (QG) do Exército Brasileiro, próximo da Praça dos Três Poderes, onde manifestantes contrários a vitória de Luís Inácio Lula da Silva (PT) preparam um grande protesto nesta terça-feira (15), feriado de Proclamação da República. Eles são a favor de um golpe militar no país.

“Estamos aqui em Brasília no acampamento, hoje dia 14, aconteceu uma coisa muito inusitada. Na saída do mercado Carrefour encontramos o general Braga Netto, que veio ao nosso encontro, e nos tranquilizou falando que não é para nos preocupar que vai acontecer algo muito bom para toda a sociedade do Brasil ainda nesta semana. Perguntei se até quarta-feira e ele falou que não. Mas até o final de semana, ele garantiu. Estava com um semblante muito bom, uma pessoa acessível e muito boa gente", disse o prefeito.

Bolsonarista de carteirinha, Capetelli foi alvo de uma ação do Ministério Público Eleitoral, após promoter sortear um carro entre os eleitores de Tapurah, caso o presidente Jair Bolsonaro (PL) fosse reeleito com o maior percentual de votos na cidade. 

No vídeo, ele mostra esperança de que os manifestantes vão conseguir apoio dos militares para dar que Lula não assuma o cargo. 

”Gente, a coisa vai funcionar, nós não podemos esmorecer. Nós temos que ampliar esse movimento. Ontem (13) tinha mais de meio milhão de pessoas em frente ao quartel. Amanhã (15) deve ultrapassar 2, 3 milhões. Tem gente vindo de tudo quanto é lado. Tem pessoas vindo de Rondônia, do Maranhão, da Bahia, que falam que não foi daquele jeito a eleição. Vamos acreditar nessa causa e fazer de tudo para que a gente consiga este apoio dos militares para fazer do Brasil um país melhor", concluiu.

Confira o vídeo

Comente esta notícia

cd0fb6c3112b42f4ac7db47ed2ff7af9_2.png
whatsapp-icon-4.png (65) 9 9280-9853